Você está no

BLOG DO ICOR

infarto.png
18/set/2019

10 dicas importantes para evitar um infarto:

1 – Siga uma dieta equilibrada – Alimentar-se bem não significa comer muito. É importante que a alimentação contemple frutas, verduras, legumes e carboidratos. Isso reflete no colesterol. Não só quem tem histórico de doenças cardiovasculares na família precisa cuidar da saúde. Uma dieta balanceada auxilia o organismo a equilibrar proteínas e nutrientes. Frituras e carne vermelha devem ser evitadas. O consumo de peixes e de carne de porco é indicado.

2 – Vá ao médico regularmente – Não é só quem tem histórico de doenças cardiovasculares na família que precisa buscar orientação médica. Com exames de rotina é possível analisar os níveis de açúcar e colesterol no organismo.

3 – Fique de olho na sua faixa etária – Apesar de o infarto aparecer em muitas pessoas mais jovens, entre 18 e 40 anos, os idosos ainda são o grupo de maior risco da doença. Geralmente, eles já desenvolveram hipertensão ou diabetes ao longo dos anos, o que dificulta os tratamentos, pois podem essas doenças acarretar lesões nos rins e no coração.

4 – Evite o tabagismo – Esse talvez seja o ponto mais importante. Não adianta fazer o check-up, dieta e exercício e continuar fumando. As substâncias do cigarro destroem o endotélio (camada de proteção das veias) e oxidam as artérias, deixando-as suscetíveis ao contato da gordura do organismo, o que ocasiona a formação de depósito de gordura em locais inadequados.

5 – Atenção com diabéticos e hipertensos – O mais indicado aqui é seguir dietas e tratamentos indicados de acordo com cada patologia. Mas, nesses casos, controlar o peso e o consumo de alimentos gordurosos é o melhor a fazer.

6 – Pratique exercícios – O que tem se notado é que a parcela mais jovem que apresenta níveis altos de colesterol também é sedentária. A prática de atividade física contribui para evitar infartos e diversas outras doenças, tais como hipertensão, diabetes e o sobrepeso.

7 – Consuma gordura saudável – 20% da nossa dieta diária deve ser composta por gorduras, as saudáveis podem ser encontradas no azeite, no chocolate meio amargo, na castanha-do-pará e também no abacate. São as chamadas gorduras polinsaturadas, de origem vegetal.

8 – Evite o consumo exagerado de bebidas alcoólicas – Apesar de não ter uma ligação direta com os infartos, o consumo de bebidas alcoólicas em excesso, prejudica muito a saúde. Estudos epidemiológicos afirmam que substâncias como o vinho, em pequenas doses, podem ajudar o sistema cardiológico do corpo, uma das explicações está no fato de a bebida funcionar como antioxidante no organismo, produzindo efeitos positivos como a redução do risco de derrames cerebrais.

9 – Alerte seu médico sobre os casos de infarto na família – É importante fazer um acompanhamento mais aprofundado, pois a chance de desenvolver a doença é muito maior.

10 – Abuse da diversão e do entretenimento – Saber administrar o stress emocional é extremamente necessário. Pessoas muito aceleradas e que trabalham demais estão suscetíveis aos infartos. Divirta-se, pois atividades prazerosas liberam a endorfina e equilibram o organismo.

 

 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis.

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.


sal.png
18/set/2019

O principal componente do sal de cozinha (sódio), quando consumido em quantidades além do necessário pode trazer sérios riscos para a saúde e está associado ao surgimento de doenças cardiovasculares, hipertensão arterial, renais, entre outras.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda como meta a redução no consumo de sal para menos de 5 gramas por dia, até 2025. No entanto, dados do IBGE mostram que os brasileiros consomem, em média, 12g diariamente. Ou seja, mais do que o dobro recomendado.

Segundo informações do Ministério da Saúde, atualizadas em 2013, com o consumo reduzido para 6 gramas diários seria possível evitar mais de 6.300 internações hospitalares por ano em decorrência de acidentes vasculares cerebrais (AVC), infartos do miocárdio e hipertensão arterial.

Além disso, avalia-se que a cada grama reduzida, 1,5 milhão de brasileiros não precisaria de medicação para hipertensão e o SUS economizaria R$ 3,2 milhões por ano.

Algumas dicas para auxiliar na redução do consumo de sal de cozinha durante o preparo da comida é substituí-lo por outros ingredientes e condimentos. Opte por ervas desidratadas e temperos naturais, como salsa, cebolinha, pimenta e outros. Evite os temperos industrializados, pois eles contêm alto teor de sódio.

Mantenha hábitos saudáveis. Cuide da sua saúde! ❤️

 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis.

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.


VICA-1200x669.png
18/set/2019

No vídeo dica de hoje, nosso cardiologista, Dr. Antonio Hahn, fala sobre os fatores de risco para doença do coração.

👉 Segundo o especialista saber quais são seus fatores de risco é o primeiro passo para obter controle da saúde do seu coração.
👉 Existem diversos fatores de risco para doença do coração e todos necessitam de atenção.
👉 Um importante fator de risco é o estilo de vida, como as escolhas pessoais ou condição ambiental que aumentam as chances de uma pessoa ter a saúde do seu coração afetada de forma negativa.
👉 Dr. Vicente ressalta ainda que, quanto mais fatores de risco você tiver, maiores serão as chances de afetar a saúde do seu coração de forma negativa.

Acesse o link abaixo e saiba mais:

 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis.

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.

 


setembro-vermelho.png
18/set/2019

O mês de setembro se pinta de vermelho para lembrar da importância dos cuidados com o coração! ❤️

Ações educativas e informativas têm como meta reduzir o número de casos de infartos, derrames e demais problemas cardiovasculares, que ainda se configuram como as principais causas de mortes no Brasil e no mundo.

Para isso, a campanha busca ressaltar a necessidade de manter hábitos e um estilo de vida saudáveis, com uma alimentação equilibrada, visitas regulares ao médico e check up anual, praticar esportes, evitar cigarro e outras drogas e controlar o peso.

Entre nessa campanha conosco!
Busque informações, cuide da sua saúde!

 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis.

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.


INSUFICIENCIA.jpg
18/set/2019

A insuficiência cardíaca (IC) ocorre quando os músculos do coração não se contraem com força suficiente para bombear a quantidade necessária de sangue para o corpo. 

👉 É uma doença secundária, ou seja, é causada por outras doenças e situações prévias que acabam comprometendo o músculo cardíaco. Entre as doenças que resultam na insuficiência cardíaca estão: infarto agudo do miocárdio, hipertensão arterial e doenças das válvulas cardíacas.

👉 Em 2018, foram registradas pelo DataSus mais de 200 mil internações e 22 mil mortes causadas pela IC. Porém, um diagnóstico precoce e o tratamento adequado são fundamentais para reduzir o desenvolvimento dessa condição.

Entre os principais sintomas da insuficiência cardíaca destacam-se:

👉falta de ar constante

👉 inchaço (edema) nas pernas

👉 tornozelos e pés

👉 falta de ar ao se deitar

👉 tosse ou chiado constante

👉 maior necessidade de urinar durante a noite

👉 inchaço do seu abdômen (ascite)

Consulte seu médico e mantenha um estilo de vida saudável.
Cuide do seu coração! ❤️

 

Fonte: Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein

 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis. 

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.


67111390_2293707463997782_2695847252533968896_n.png
18/set/2019

O Acidente Vascular Cerebral (AVC), popularmente chamado de derrame cerebral, ainda é uma das principais causas de morte no Brasil. E especialistas alertam que o número de pessoas jovens atingidas pela doença é cada vez maior. De acordo com dados do Ministério da Saúde, entre 2015 e 2017, cerca de 27 mil pessoas com idade entre 14 e 39 anos tiveram um AVC.

Outro aspecto que os especialistas destacam é a gravidade: quanto mais jovem, pior o quadro. Isso porque artérias e partes maiores do cérebro são afetadas nas pessoas mais jovens. No entanto, quanto mais jovem o cérebro, maiores as chances de se recuperar sem sequelas.

É importante destacar que existem dois tipos de AVC:

♦️ Isquêmico: compreende cerca de 80% de todos os casos de AVC. Ocorre quando o fornecimento de sangue é reduzido ou interrompido. Dessa forma, as células deixam de receber oxigênio e nutrientes.

♦️ Hemorrágico: quando ocorre o rompimento de uma artéria cerebral, provocando sangramento em uma parte do cérebro.

Segundo especialistas, o AVC em pessoas jovens está relacionado a hábitos e estilo de vida. Fatores de risco como sedentarismo, tabagismo, maus hábitos alimentares, estresse, colesterol e hipertensão também são a causa de AVC em pessoas cada vez mais jovens.

Mas também existem casos em que o AVC atinge os mais jovens por conta de doenças autoimunes e causas genéticas ou congênitas, podendo esse risco ser transmitido de forma hereditária. Nesse caso, de ocorrência de AVC na família, os médicos orientam que seja feita uma avaliação.
Assim, manter estilo de vida saudável e realizar avaliações médicas podem evitar esse tipo de evento.

 

Fonte: Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein

 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis.

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.


Cópia-de-GRATISÃO-1200x675.png
18/set/2019

Estudos publicados no British Medical Journal comprovam que alimentos processados e ultraprocessados (batata frita, pratos congelados, biscoitos, entre outros) estão associados ao aumento de doenças cardíacas. Isso porque possuem baixa qualidade nutricional e alta densidade energética.


Por isso, fizemos uma lista com 4 alimentos que você deve manter na sua alimentação e que irão facilitar a circulação do sangue. São eles: 

1. GENGIBRE: poderoso anti-inflamatório natural. Ajuda no combate a dores musculares, artrite reumatoide e problemas de circulação. Também auxilia na coagulação do sangue, por conta de uma enzima que ajuda a dissolver a proteína envolvida no processo, a fibrina.

2. BETERRABA: antioxidante, anti-inflamatório e desintoxicante, além de ótima fonte de energia. É capaz de aumentar a oxigenação e o fluxo de sangue nos músculos. Tem propriedades que melhoram a circulação nas veias e previnem varizes. Estudos afirmam que um copo de suco de beterraba é capaz de reduzir a pressão arterial em poucas horas.

3. LARANJA: o poder antioxidante da vitamina C protege de doenças cardiovasculares, além de propriedades capazes de reduzir o colesterol. As fibras presentes no bagaço ajudam a evitar o acúmulo de gordura nas artérias. Demais componentes favorecem o revestimento interno dos vasos e ajudam na circulação, ao equilibrar o excesso de sódio na dieta. 

4. ALECRIM: alivia dores musculares, melhora a imunidade e a microcirculação. Tem substâncias que reduzem a inflamação, assim, facilita a circulação nos pequenos vasos em torno dos músculos e órgãos.

Cuide da sua alimentação!

 

 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis.

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.


Cópia-de-Feliz-Dia-Das-Mãe-1-1200x628.png
18/set/2019

Varizes são veias dilatadas que normalmente se manifestam na parte visível da pele. Uma causa comum são os coágulos de sangue ou bloqueio nas veias e tem como fatores de risco a gravidez, idade avançada e excesso de peso, além de acontecer predominantemente às pessoas do sexo feminino.

Exercícios e meia de compressão ajudam a evitar, porém em casos persistentes um médico deverá ser consultado, sendo os especialistas nessa área o angiologista e o cirurgião vascular. Baixo, entenda melhor sobre o assunto. 


Qual a melhor época para tratar varizes? Inverno ou verão?

No inverno. Na estação das temperaturas mais baixas as pernas ficam menos expostas aos raios do sol e, este período, é considerado pelos especialistas o melhor para a recuperação no tratamento das varizes. Além disso, torna mais agradável o uso das meias de compressão elásticas, que normalmente são grossas e quentes, mas essenciais na recuperação de alguns tratamentos, pois otimizam a circulação, evitam o aparecimento e a piora da dilatação dos vasos. 

O que são varizes?

Varizes são veias dilatadas de coloração púrputo-azulada, ocasionadas pelo enfraquecimento da parede venosa.  As varizes provocam cansaço e dores nas regiões afetadas, normal emente elas surgem nas pernas e nos pés. A causa mais comum é a influência genética ou maus hábitos.

Quais problemas as varizes podem causar?

Além da questão estética, elas podem causar sérios riscos para a saúde, e exigem tratamento adequado para cada caso. As varizes são classificadas em seis tipos, variando do C1 ao C6.

Quais são os tipos de tratamentos?

Entre os métodos mais indicados estão: cirurgia convencional, radiofrequência, laser, escleropatia e espuma.

  • A cirurgia convencional, é indicado para as veias de médio e grosso calibre. No caso na safena, veia de maior calibre, a indicação é cirurgia de forma direta ou por meio de técnicas de radiofrequência ou endolaser que efetuam o tratamento por meio de punções.
  • A radiofrequência, é indicada para as veias de médio calibre. Esta técnica, minimamente invasiva, elimina as varizes com o calor e utiliza um cateter para ocasionar o fechamento da veia doente.
  • O laser é indicado para diferentes estágios de varizes, pode ser usado para o fechamento dos pequenos vasinhos e em caso de comprometimento da veia safena. Este método é seguro, eficaz e rápido para solucionar o problema de varizes. O laser é aplicado sobre a pele e age da mesma maneira que a glicose e a espuma, mas através de energia luminosa. Para cada caso, existe diferentes técnicas e diferentes tipos de aparelhos de laser que devem ser utilizados.
  • A escleroterapia, é usada para tratar veias mais finas e arroxadas (vasinhos) em estágio inicial. Conhecida como secagem as aplicações dos medicamentos é por meio de agulhas e seringas, e deve-se evitar a exposição ao sol, para prevenir o aparecimento de manchas. Vale ressaltar que este método apresenta grandes chances de reaparecimento com o tempo.
  • espuma de polidocanol é um método que impede a passagem do sangue na veia que está doente. A substância se expande e gruda nas paredes internas do vaso, empurrando o sangue para fora. Sem sangue, a veia vai secar com o tempo. Depois de fazer esse procedimento, é necessário usar uma meia elástica por cerca de 15 dias, mas a paciente sai andando e nem precisa fazer repouso. Este método é realizado no consultório, sem cortes, internação nem anestesia.
Fonte: Dr. Alcides Vogel- Cirurgião Vascular e Anfibologista ICOR

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis. 

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.

 

1-1200x675.jpg
18/set/2019

A endocardite é uma infecção no endocárdio – revestimento interno do coração. Ela é causada por micro-organismos que invadem a corrente sanguínea e se instalam em áreas danificadas do endocárdio, em válvulas cardíacas defeituosas ou com próteses instaladas e nas grandes artérias.

Ela geralmente ocorre quando uma bactéria ou germe de outra parte do corpo, se espalham pelo sistema sanguíneo se ligando a áreas afetadas do coração. Essa doença é rara e incomum em pessoas com coração saudável. Se não for tratada, a doença pode danificar ou destruir as válvulas do coração trazendo complicações para o resto da vida. Cuide da sua saúde e do seu coração! ❤️

Causas

As principais causas da endocardite são as bactérias, mas fungos ou outros micro-organismos também podem ocasionar nessa doença. Normalmente o agente infeccioso entra na corrente sanguínea através de:

👉 Atividades como escovar os dentes ou mastigar alimentos, especialmente se os dentes e gengivas não são saudáveis;
👉 Áreas com infecções, seja uma infecção de pele, intestino, ou até uma doença sexualmente transmissível;
👉 Cateteres ou agulhas;
👉 Procedimentos dentais, por exemplo, os que causam cortes nas gengivas.

O sistema imunológico, normalmente, destrói as bactérias que conseguem acessar a corrente sanguínea. E mesmo que elas alcancem o coração, não quer dizer que causarão, necessariamente, uma infecção. A endocardite pode se desenvolver vagarosamente ou de repente, dependendo de qual infecção está originando o problema e se a pessoa já tem algum problema cardíaco.

Os sintomas podem variar, mas a maioria inclui:

👉 febres e calafrios;

👉 sopro no coração;

👉  fadiga;

👉 dores nos músculos e articulações;

👉 sangue ou outras alterações na urina, dentre outros.

Por isso a importância em consultar um profissional e realizar todos os exames solicitados.

 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis.

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.


Guia-de-Orientações-1200x675.png
18/set/2019

O coração é um órgão que merece muita atenção e cuidado. Manter ele saudável é fundamental para outras partes do organismo. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), as doenças cardiovasculares são as que mais matam no mundo, e cerca de 30 a 40% destas mortes poderiam ser evitadas apenas com mudanças de hábitos.

Doenças do coração, como a hipertensão, colesterol alto, infarto, AVC, aterosclerose, entre outras, são provocadas por fatores físicos, emocionais e principalmente devido o estilo de vidaAlgumas doenças cardiovasculares são silenciosas, não apresentam sintomas, e muitas pessoas tem alterações e não sabem, por isso é importante fazer exames regularmente, principalmente se existe histórico familiar.

 Elencamos 10 mandamentos para você manter seu coração saudável:

  1. Diga não a obesidade e controle seu peso;
  2. Consulte seu médico periodicamente;
  3. Controle sua pressão arterial;
  4. Diga não ao fumo;
  5. Verifique a quantidade de sal nos rótulos dos alimentos;
  6. Diga não ao sedentarismo | pratique esportes;
  7. Escolha bem os alimentos;
  8. Mantenha sempre o bom controle da sua glicemia e do seu colesterol;
  9. Evite o estresse;
  10. Ame a vida e e seu coração.

 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis.

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.


MARCA HORIZONTAL_ICOR.png 1

O Instituto do Coração de Santa Maria (ICOR) é referência na área da saúde. Há mais de 20 anos cuida do coração da cidade e região oferecendo um atendimento ético, humanizado e de qualidade.

2018 ICOR. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Rede de Empreendedores.