Você está no

BLOG DO ICOR

fffff.png
19/nov/2019

Miocardite é o nome dado a toda e qualquer inflamação do músculo do coração, chamado de miocárdio. Essa condição enfraquece o músculo cardíaco e pode afetar a capacidade do coração de bombear sangue de forma correta.

A causa mais comum para essa inflamação é infecção por vírus (como da Gripe H1N1, sarampo, caxumba, dengue, etc.) e é mais frequente em pessoas com HIV. Mas a miocardite também pode ser provocada por bactérias, protozoários, fungos, doenças autoimunes, drogas legais e ilegais, como álcool e cocaína.

Os sintomas apresentados por pessoas com miocardite podem ser: dor no peito, palpitações, dor nas articulações, cansaço, desmaios, febre, insuficiência cardíaca ou falta de ar.

Como a baixa imunidade pode ser um facilitador para a miocardite, recomenda-se tomar a vacina da gripe anualmente e manter as demais vacinas atualizadas. Outras medidas básicas para evitar propagação de infecções virais são lavar as mãos com frequência e evitar se expor quando estiver doente.

Cuide da sua saúde! ❤️

 

 

Fonte: Ada Health

 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis.

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.


vv-1200x688.png
19/nov/2019

No vídeo dica especial da Semana do Coração do ICOR, nosso cardiologista, Dr. Antonio Hahn, fala sobre alguns “Mitos e Verdades” que são comuns os pacientes lhe perguntar.

 

 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis.

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.


atividade-1.png
19/nov/2019

1 – Pedalar por volta de 20 quilômetros em uma hora pode gastar uma média de 500 calorias.
2 – Se você mora perto do trabalho, você pode ir pedalando pelo menos duas vezes por semana e queimar calorias que vão dar resultados na balança.
3 – Quem pedala geralmente tem pernas bem torneadas, isso porque os glúteos e panturrilhas são o motor.
4 – Andar de bicicleta melhora os níveis de energia em 20% e a fadiga em 65%.
5 – Na bicicleta, você coloca menos estresse sobre os joelhos, tornozelos e coluna vertebral, ótimo para quem quer começar a se mexer.
6 – Pedalar em pé na bicicleta, fora do banco, ajuda a trabalhar o tríceps.
7 – Pedalar reduz risco de doença cardíaca pois ajuda a melhorar dois fatores de risco: pressão arterial alta e níveis elevados de colesterol LDL.

OBS: Antes de começar qualquer atividade física procure seu médico para fazer um check up.

 

Fonte: Dr Antônio Sproesser- Clínico geral- Médico de família

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis.

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.


atividade.png
19/nov/2019

Estudo realizado por cientistas nos Estados Unidos e na Grã-Bretanha afirma que exercícios físicos podem ser tão eficientes no combate a doenças cardíacas quanto remédios.

Segundo reportagem da BBC, o trabalho foi publicado na revista científica British Medical Journal (BMJ). Os cientistas analisaram centenas de testes que envolveram 340 mil pacientes na busca de uma comparação entre efeitos de exercícios físicos e medicamentos.

As atividades físicas obtiveram resultados semelhantes aos dos medicamentos para doenças cardíacas, com exceção dos remédios da classe dos diuréticos, que tiveram melhores resultados. Especialistas alertam que isso não significa que se deve abandonar o uso de remédios em prol de exercícios. Ambos têm que ser usados ao mesmo tempo no tratamento de doenças.

A seguir, o cardiologista Roberto Rocha e Silva, autor do livro “Querido Coração”, enumera algumas dicas fundamentais para quem deseja começar a se exercitar:

1 – Antes de se “amarrar” num tipo de exercício (corrida, futebol, natação, ciclismo) experimente algumas modalidades para ver com qual você se dá melhor. Converse com amigos que praticam atividade física regular. Quando escolher, converse com um treinador ou personal para se planejar. Se você ainda não fez o teste da esteira, talvez seja o momento de realizá-lo. Se já fez, discuta o resultado com o médico, pois assim ele poderá orientá-lo.

2 – Você pode começar com 15 minutos de exercícios diários, mas a meta deve ser chegar a, pelo menos, 40 minutos ou uma hora por sessão.

3 – Sempre que iniciar uma sessão e sentir-se indisposto, mal-humorado ou cansado, pare imediatamente. Nunca faça as atividades com má vontade, pois as chances de você desistir serão enormes.

4- Nas primeiras semanas ou mesmo nos primeiros meses, é provável que você não perceba que está melhorando o condicionamento físico nem que está perdendo peso. Mas não se preocupe, o que importa é manter-se saudável. Com o tempo, o resultado virá. 

 

 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis.

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.


infarto.png
19/nov/2019

10 dicas importantes para evitar um infarto:

1 – Siga uma dieta equilibrada – Alimentar-se bem não significa comer muito. É importante que a alimentação contemple frutas, verduras, legumes e carboidratos. Isso reflete no colesterol. Não só quem tem histórico de doenças cardiovasculares na família precisa cuidar da saúde. Uma dieta balanceada auxilia o organismo a equilibrar proteínas e nutrientes. Frituras e carne vermelha devem ser evitadas. O consumo de peixes e de carne de porco é indicado.

2 – Vá ao médico regularmente – Não é só quem tem histórico de doenças cardiovasculares na família que precisa buscar orientação médica. Com exames de rotina é possível analisar os níveis de açúcar e colesterol no organismo.

3 – Fique de olho na sua faixa etária – Apesar de o infarto aparecer em muitas pessoas mais jovens, entre 18 e 40 anos, os idosos ainda são o grupo de maior risco da doença. Geralmente, eles já desenvolveram hipertensão ou diabetes ao longo dos anos, o que dificulta os tratamentos, pois podem essas doenças acarretar lesões nos rins e no coração.

4 – Evite o tabagismo – Esse talvez seja o ponto mais importante. Não adianta fazer o check-up, dieta e exercício e continuar fumando. As substâncias do cigarro destroem o endotélio (camada de proteção das veias) e oxidam as artérias, deixando-as suscetíveis ao contato da gordura do organismo, o que ocasiona a formação de depósito de gordura em locais inadequados.

5 – Atenção com diabéticos e hipertensos – O mais indicado aqui é seguir dietas e tratamentos indicados de acordo com cada patologia. Mas, nesses casos, controlar o peso e o consumo de alimentos gordurosos é o melhor a fazer.

6 – Pratique exercícios – O que tem se notado é que a parcela mais jovem que apresenta níveis altos de colesterol também é sedentária. A prática de atividade física contribui para evitar infartos e diversas outras doenças, tais como hipertensão, diabetes e o sobrepeso.

7 – Consuma gordura saudável – 20% da nossa dieta diária deve ser composta por gorduras, as saudáveis podem ser encontradas no azeite, no chocolate meio amargo, na castanha-do-pará e também no abacate. São as chamadas gorduras polinsaturadas, de origem vegetal.

8 – Evite o consumo exagerado de bebidas alcoólicas – Apesar de não ter uma ligação direta com os infartos, o consumo de bebidas alcoólicas em excesso, prejudica muito a saúde. Estudos epidemiológicos afirmam que substâncias como o vinho, em pequenas doses, podem ajudar o sistema cardiológico do corpo, uma das explicações está no fato de a bebida funcionar como antioxidante no organismo, produzindo efeitos positivos como a redução do risco de derrames cerebrais.

9 – Alerte seu médico sobre os casos de infarto na família – É importante fazer um acompanhamento mais aprofundado, pois a chance de desenvolver a doença é muito maior.

10 – Abuse da diversão e do entretenimento – Saber administrar o stress emocional é extremamente necessário. Pessoas muito aceleradas e que trabalham demais estão suscetíveis aos infartos. Divirta-se, pois atividades prazerosas liberam a endorfina e equilibram o organismo.

 

 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis.

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.


sal.png
19/nov/2019

O principal componente do sal de cozinha (sódio), quando consumido em quantidades além do necessário pode trazer sérios riscos para a saúde e está associado ao surgimento de doenças cardiovasculares, hipertensão arterial, renais, entre outras.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda como meta a redução no consumo de sal para menos de 5 gramas por dia, até 2025. No entanto, dados do IBGE mostram que os brasileiros consomem, em média, 12g diariamente. Ou seja, mais do que o dobro recomendado.

Segundo informações do Ministério da Saúde, atualizadas em 2013, com o consumo reduzido para 6 gramas diários seria possível evitar mais de 6.300 internações hospitalares por ano em decorrência de acidentes vasculares cerebrais (AVC), infartos do miocárdio e hipertensão arterial.

Além disso, avalia-se que a cada grama reduzida, 1,5 milhão de brasileiros não precisaria de medicação para hipertensão e o SUS economizaria R$ 3,2 milhões por ano.

Algumas dicas para auxiliar na redução do consumo de sal de cozinha durante o preparo da comida é substituí-lo por outros ingredientes e condimentos. Opte por ervas desidratadas e temperos naturais, como salsa, cebolinha, pimenta e outros. Evite os temperos industrializados, pois eles contêm alto teor de sódio.

Mantenha hábitos saudáveis. Cuide da sua saúde! ❤️

 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis.

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.


VICA-1200x669.png
19/nov/2019

No vídeo dica de hoje, nosso cardiologista, Dr. Antonio Hahn, fala sobre os fatores de risco para doença do coração.

👉 Segundo o especialista saber quais são seus fatores de risco é o primeiro passo para obter controle da saúde do seu coração.
👉 Existem diversos fatores de risco para doença do coração e todos necessitam de atenção.
👉 Um importante fator de risco é o estilo de vida, como as escolhas pessoais ou condição ambiental que aumentam as chances de uma pessoa ter a saúde do seu coração afetada de forma negativa.
👉 Dr. Vicente ressalta ainda que, quanto mais fatores de risco você tiver, maiores serão as chances de afetar a saúde do seu coração de forma negativa.

Acesse o link abaixo e saiba mais:

 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis.

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.

 


setembro-vermelho.png
19/nov/2019

O mês de setembro se pinta de vermelho para lembrar da importância dos cuidados com o coração! ❤️

Ações educativas e informativas têm como meta reduzir o número de casos de infartos, derrames e demais problemas cardiovasculares, que ainda se configuram como as principais causas de mortes no Brasil e no mundo.

Para isso, a campanha busca ressaltar a necessidade de manter hábitos e um estilo de vida saudáveis, com uma alimentação equilibrada, visitas regulares ao médico e check up anual, praticar esportes, evitar cigarro e outras drogas e controlar o peso.

Entre nessa campanha conosco!
Busque informações, cuide da sua saúde!

 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis.

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.


INSUFICIENCIA.jpg
19/nov/2019

A insuficiência cardíaca (IC) ocorre quando os músculos do coração não se contraem com força suficiente para bombear a quantidade necessária de sangue para o corpo. 

👉 É uma doença secundária, ou seja, é causada por outras doenças e situações prévias que acabam comprometendo o músculo cardíaco. Entre as doenças que resultam na insuficiência cardíaca estão: infarto agudo do miocárdio, hipertensão arterial e doenças das válvulas cardíacas.

👉 Em 2018, foram registradas pelo DataSus mais de 200 mil internações e 22 mil mortes causadas pela IC. Porém, um diagnóstico precoce e o tratamento adequado são fundamentais para reduzir o desenvolvimento dessa condição.

Entre os principais sintomas da insuficiência cardíaca destacam-se:

👉falta de ar constante

👉 inchaço (edema) nas pernas

👉 tornozelos e pés

👉 falta de ar ao se deitar

👉 tosse ou chiado constante

👉 maior necessidade de urinar durante a noite

👉 inchaço do seu abdômen (ascite)

Consulte seu médico e mantenha um estilo de vida saudável.
Cuide do seu coração! ❤️

 

Fonte: Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein

 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis. 

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.


67111390_2293707463997782_2695847252533968896_n.png
19/nov/2019

O Acidente Vascular Cerebral (AVC), popularmente chamado de derrame cerebral, ainda é uma das principais causas de morte no Brasil. E especialistas alertam que o número de pessoas jovens atingidas pela doença é cada vez maior. De acordo com dados do Ministério da Saúde, entre 2015 e 2017, cerca de 27 mil pessoas com idade entre 14 e 39 anos tiveram um AVC.

Outro aspecto que os especialistas destacam é a gravidade: quanto mais jovem, pior o quadro. Isso porque artérias e partes maiores do cérebro são afetadas nas pessoas mais jovens. No entanto, quanto mais jovem o cérebro, maiores as chances de se recuperar sem sequelas.

É importante destacar que existem dois tipos de AVC:

♦️ Isquêmico: compreende cerca de 80% de todos os casos de AVC. Ocorre quando o fornecimento de sangue é reduzido ou interrompido. Dessa forma, as células deixam de receber oxigênio e nutrientes.

♦️ Hemorrágico: quando ocorre o rompimento de uma artéria cerebral, provocando sangramento em uma parte do cérebro.

Segundo especialistas, o AVC em pessoas jovens está relacionado a hábitos e estilo de vida. Fatores de risco como sedentarismo, tabagismo, maus hábitos alimentares, estresse, colesterol e hipertensão também são a causa de AVC em pessoas cada vez mais jovens.

Mas também existem casos em que o AVC atinge os mais jovens por conta de doenças autoimunes e causas genéticas ou congênitas, podendo esse risco ser transmitido de forma hereditária. Nesse caso, de ocorrência de AVC na família, os médicos orientam que seja feita uma avaliação.
Assim, manter estilo de vida saudável e realizar avaliações médicas podem evitar esse tipo de evento.

 

Fonte: Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein

 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis.

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.


MARCA HORIZONTAL_ICOR.png 1

O Instituto do Coração de Santa Maria (ICOR) é referência na área da saúde. Há mais de 20 anos cuida do coração da cidade e região oferecendo um atendimento ético, humanizado e de qualidade.

2018 ICOR. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Rede de Empreendedores.