Angioplastia Coronária. O que é? Quando deve ser realizada?

22/05/2018 por ICOR2
cor-1200x546.png

A angioplastia coronária é um procedimento cirúrgico, pouco invasivo, realizado para desobstrução das artérias coronárias. O processo possibilita que as artérias coronárias voltem a funcionar permitindo que o coração receba maior fluxo de sangue e continue trabalhando normalmente. Para que este procedimento tenha maior durabilidade no organismo é recomendado colocar o stent, um pequeno tubo com hastes metálicas inserido juntamente com o balão, e que permanece na artéria evitando que as paredes das artérias voltem a fechar.  Entenda melhor abaixo:

Como angioplastia coronária é realizada?

Pode ser realizada com um stent ou com um balão. Para a realização do procedimento, um cateter é introduzido através de uma pequena incisão numa artéria na virilha ou no braço, e guiado até o local a ser obstruído.

  • Este cateter vai acompanhado de um balão, ou também de um stent.

A angioplastia com stent é o método mais usado.

O stent coronário é um tubo metálico expansível em forma de malha que se encontra sobre o balão. Quando posicionado no interior do vaso, no local a ser obstruído, o stent é aberto é o balão insuflado o empurra contra a parede da artéria, permitindo que o fluxo sanguíneo seja restabelecido e o coração volte a receber oxigênio e nutrientes.

  • É importante destacar que, após a desobstrução da artéria coronária, por meio da angioplastia com balão, o mesmo é esvaziado e o stent de aço cirúrgico permanece no local garantindo um calibre adequado e a passagem do sangue.

Angioplastia com cateter de balão

A angioplastia com cateter de balão é um método pouco usado e em geral menos eficaz, porque a dilatação do vaso é feita apenas com balão, que, posicionado no local é insuflado rompendo as placas e expandindo o diâmetro da artéria, normalizando o fluxo sanguíneo.


Quando a Angioplastia Coronária é indicada?

Este procedimento cirúrgico é indicado quando o cateterismo cardíaco constata a existência de obstruções nas artérias coronárias que, em função da localização ou da gravidade, não é possível ser tratada com medicamentos.

Também é bastante comum na prevenção de infarto e em pacientes portadores de angina que apresentam esse fechamento por conta do acúmulo de placas de gordura. A cirurgia é feita com anestesia local com duração de aproximadamente uma hora.

Preparação para realizar o exame:

  • Fazer jejum de 06 horas antes do exame;
  • Trazer todos os medicamentos que faz uso e exames realizados nos últimos seis meses (teste de esforço, cintilografia miocárdica, cateterismo ou angioplastia, relatórios de cirurgia cardíaca e resultados de exames laboratoriais);
  • Vir com acompanhante (sozinho não realizará o exame; é permitido no máximo 2 acompanhantes;
  • Deixar documentos e objetos pessoais com os familiares antes de entrar para o exame;
  • Não viajar após o exame no período de 24 horas e não dirigir após o exame no período de 3 dias;
  • Tomar as medicações para controle da pressão arterial de acordo com o horário habitual;
  • Suspender Metaformia e/ou Glibenclamida 24 horas antes do dia do exame;
  • Suspender 07 dias antes do exame o uso de anticoagulantes: Marcomar, Marevam, Comadin;
  • Suspender 48 horas antes do exame o uso de Anticoagulantes: Xarelto, Pradaxa, Elequis;
  • Tomar Bissulfato de Clopidogrel e AAS (5 dias antes do procedimento).

 Onde o procedimento é realizado?

  •  A angioplástica coronária é realizada no mesmo local do cateterismo cardíaco, no Laboratório de Hemodinâmica do ICOR, com o paciente acordado e sob anestesia local. Em geral recomenda-se dois dias de repouso e uma dieta balanceada.
  • A região onde foi realizada a punção deverá ser comprimida por alguns minutos e uma faixa é colocada ao redor da perna na altura da virilha, evitando que o paciente tenha sangramento pelo local da punção. Recomenda-se que o paciente permaneça com a faixa, 24 horas após o término da cirurgia.

 

Fonte: Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular – SBACV


MÉDICOS QUE REALIZAM O EXAME NO ICOR:

Dr. Arnoldo Azevedo dos Santos- Cardiologista / Hemodinamicista (CRM 13677)
Dr. Anibal Pereira Abelin – Cardiologista/  Hemodinamicista (CRM 29842)

LOCAL DO EXAME: 
ICOR – Unidade HEMODINÂMICA- HCAA
Av. Presidente Vargas, 2291.  Subsolo do Hospital de Caridade Dr. Astrogildo de Azevedo.
Contato: (55) 3222 9888

 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam  exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis. Além disso,  contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.

 


2 comentários

  • Everaldo Saldanha

    25/05/2018 em 12:51

    Muito bem explicado. Já fiz esse procedimento com stent. Obrigado, ICOR, por compartilhar essa informação.

    Resposta

    • ICOR

      25/05/2018 em 14:28

      Seu Everaldo, que bom que gostou do texto. Agradecemos seu feedback.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


MARCA HORIZONTAL_ICOR.png 1

O Instituto do Coração de Santa Maria (ICOR) é referência na área da saúde. Há mais de 20 anos cuida do coração da cidade e região oferecendo um atendimento ético, humanizado e de qualidade.

Últimas do Blog

2018 ICOR. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Rede de Empreendedores.