Você está no

BLOG DO ICOR

Music-Store-Etsy-Banner-2.png
10/ago/2020

Como a COVID-19 é transmitida?

  • O coronavírus, que provoca a COVID 19, pode ser transmitido de uma pessoa para outra. A transmissão pode ocorrer através de gotículas de saliva ou muco, expelidos pela boca ou narinas quando uma pessoa infectada tosse ou espirra.
  • A transmissão também pode ocorrer através de partículas virais transferidas ao apertar as mãos ou compartilhar um objeto, como por exemplo beber no mesmo copo que um portador do vírus.  
  • Na maioria das vezes, é evidente se uma pessoa está doente, mas já houve relatos de portadores do vírus ainda sem sintomas aparentes e que já podiam transmitir a doença.
  • Segundo a OMS deve-se manter uma distância de pelo menos 1 metro da pessoa com sintomas evidentes. 
  • Quarentenas e restrições de viagens atualmente em vigor em muitos países também se destinam a ajudar a quebrar a cadeia de transmissão.
  • As autoridades de saúde pública podem recomendar outras abordagens para pessoas expostas ao vírus, incluindo isolamento em casa e monitoramento de sintomas por um período de tempo (geralmente 14 dias), dependendo do nível de risco de exposição.  
  • Novas pesquisas sobre as formas de transmissão ainda estão sendo realizadas e a OMS continuará compartilhando as descobertas atualizadas. 
 

Pessoas sem sintomas podem transmitir o coronavírus?

  • O risco de ser contaminado por uma pessoa sem sintomas é baixo. No entanto, muitas pessoas sentem apenas sintomas leves, especialmente nos estágios iniciais. 
  •  Por isso, é possível pegar COVID-19 de alguém que teve apenas uma tosse leve sem se sentir doente, por exemplo.
 

Produtos vindos da China podem conter o vírus?

  • Não. O Ministério da Saúde afirma que não há nenhuma evidência que produtos enviados da China para o Brasil tragam o novo coronavírus. Não há razão para suspeitar que os pacotes da China abrigam COVID-19. Lembre-se, este é um vírus respiratório semelhante ao da gripe. Não paramos de receber pacotes da China durante a temporada de gripe. Devemos seguir a mesma lógica para esse novo patógeno.
  • Entretanto, é possível que o vírus possa estar viável em superfícies frequentemente tocadas, como uma maçaneta de porta por exemplo, embora informações precoces sugiram que partículas virais provavelmente sobreviverão por apenas algumas horas, de acordo com a OMS.
  • Assim, as medidas preventivas pessoais, como lavar frequentemente as mãos com água e sabão ou com um desinfetante à base de álcool e limpar as superfícies frequentemente tocadas com desinfetantes ou um spray de limpeza doméstico, são altamente recomendáveis.
 

Humanos podem ser contaminados por coronavírus por fonte animal?

  • Coronavírus é uma família de vírus comuns em animais.
  • Ocasionalmente, pessoas são infectadas com esses vírus e podem transmitir para outras pessoas.
  • O vírus SARS-CoV, por exemplo, foi associado a civetas (uma espécie de gato selvagem) e o MERS-CoV a dromedários.
  • Possíveis fontes animais de COVID-19 ainda não foram confirmadas. 
  • Para se proteger, evite contato direto com animais selvagens e com superfícies em contato com eles e mantenha boas práticas de segurança alimentar ao manusear carnes cruas.
  • Não há evidências de que animais domésticos, como gatos ou cães, tenham sido infectados ou possam transmitir o vírus que causa a COVID-19.

 

 

Fonte: Via- Unimed Brasil, Ministério da Saúde, Hospital Albert Einstein, Hospital São Domingos, UOL Notícias

 

Faça a sua parte e previna-se!
O Icor estará sempre disponível para o ajudar!

📌 Rua José Bonifácio, 2355 – Sala 105 – Policlínica Wilson Aita.
📞 (55) 3217-1919

📌 Rua Pinheiro Machado, 2380. Bloco A. Salas 203 e 204.
📞 (55) 3222-1333

📌 Av. Presidente Vargas, 2291- Subsolo do Hospital de Caridade.
📞 (55) 3222-9888

Ou fale conosco através dos nossos canais digitais:
📧 icor@icor.com.br

 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis.

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.


CORONA.png
10/ago/2020

O que é o coronavírus?

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), coronavírus é uma família de vírus que pode causar doenças em animais ou humanos. Em humanos, esses vírus provocam infecções respiratórias que podem ser desde um resfriado comum até doenças mais severas como a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS) e a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS). O novo coronavírus causa a doença chamada COVID-19.

Entenda o que é COVID-19:  é a doença infecciosa causada pelo mais recente coronavírus descoberto. O vírus e a doença eram desconhecidos antes do surto iniciado em Wuhan, na China, em dezembro de 2019.

Os sintomas mais comuns da COVID-19 são:

  • febre
  • cansaço
  • tosse seca

Houve alguns relatos de sintomas gastrointestinais (náusea, vômito e diarreia) antes da ocorrência de sintomas respiratórios, mas esse é principalmente um vírus respiratório. Alguns pacientes podem também apresentar dores, congestão nasal, coriza e dor de garganta. Os sintomas geralmente são leves e começam gradualmente. 

Até o momento, a maioria das pessoas que ficaram doentes se recuperaram do COVID-19. O tempo de recuperação varia e, para pessoas que não estão gravemente doentes, pode ser semelhante ao período de duração de uma gripe comum.

Pessoas que desenvolvem pneumonia podem levar mais tempo para se recuperar (dias a semanas).
Pessoas com febre (maior que 37,8ºC), tosse e dificuldade para respirar e que tiverem viajado ou tido contato com pessoas vindas de países com transmissão local devem procurar atendimento médico.

Qual a gravidade do COVID-19? 

  • Algumas pessoas infectadas pelo vírus podem não apresentar sintomas ou apresentar sintomas discretos. A maioria das pessoas infectadas (cerca de 80%) se recupera da doença sem precisar de tratamento especial.
  • Cerca de uma em cada seis pessoas com COVID-19 pode desenvolver a doença em sua forma mais grave.

Pessoas idosas e/ou com comorbidades, ou seja, outras doenças associadas como por exemplo:

  • pressão alta
  • problemas cardíacos
  • diabetes
  • pessoas em tratamento para câncer, têm maior probabilidade de desenvolver doença respiratória grave.
Fonte: Via- Unimed Brasil, Ministério da Saúde, Hospital Albert Einstein, Hospital São Domingos, UOL Notícias

 

 

Faça a sua parte e previna-se!
O Icor estará sempre disponível para o ajudar!

📌 Rua José Bonifácio, 2355 – Sala 105 – Policlínica Wilson Aita.
📞 (55) 3217-1919

📌 Rua Pinheiro Machado, 2380. Bloco A. Salas 203 e 204.
📞 (55) 3222-1333

📌 Av. Presidente Vargas, 2291- Subsolo do Hospital de Caridade.
📞 (55) 3222-9888

Ou fale conosco através dos nossos canais digitais:
📧 icor@icor.com.br
🌐 http://www.icor.com.br/

 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis.

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.


MARCA HORIZONTAL_ICOR.png 1

O Instituto do Coração de Santa Maria (ICOR) é referência na área da saúde. Há mais de 20 anos cuida do coração da cidade e região oferecendo um atendimento ético, humanizado e de qualidade.

2018 ICOR. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Rede de Empreendedores.