Você está no

BLOG DO ICOR

INSUFICIENCIA.jpg
20/ago/2019

A insuficiência cardíaca (IC) ocorre quando os músculos do coração não se contraem com força suficiente para bombear a quantidade necessária de sangue para o corpo. 

👉 É uma doença secundária, ou seja, é causada por outras doenças e situações prévias que acabam comprometendo o músculo cardíaco. Entre as doenças que resultam na insuficiência cardíaca estão: infarto agudo do miocárdio, hipertensão arterial e doenças das válvulas cardíacas.

👉 Em 2018, foram registradas pelo DataSus mais de 200 mil internações e 22 mil mortes causadas pela IC. Porém, um diagnóstico precoce e o tratamento adequado são fundamentais para reduzir o desenvolvimento dessa condição.

Entre os principais sintomas da insuficiência cardíaca destacam-se:

👉falta de ar constante

👉 inchaço (edema) nas pernas

👉 tornozelos e pés

👉 falta de ar ao se deitar

👉 tosse ou chiado constante

👉 maior necessidade de urinar durante a noite

👉 inchaço do seu abdômen (ascite)

Consulte seu médico e mantenha um estilo de vida saudável.
Cuide do seu coração! ❤️

 

Fonte: Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein

 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis. 

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.


Cópia-de-GRATISÃO-1200x675.png
20/ago/2019

Estudos publicados no British Medical Journal comprovam que alimentos processados e ultraprocessados (batata frita, pratos congelados, biscoitos, entre outros) estão associados ao aumento de doenças cardíacas. Isso porque possuem baixa qualidade nutricional e alta densidade energética.


Por isso, fizemos uma lista com 4 alimentos que você deve manter na sua alimentação e que irão facilitar a circulação do sangue. São eles: 

1. GENGIBRE: poderoso anti-inflamatório natural. Ajuda no combate a dores musculares, artrite reumatoide e problemas de circulação. Também auxilia na coagulação do sangue, por conta de uma enzima que ajuda a dissolver a proteína envolvida no processo, a fibrina.

2. BETERRABA: antioxidante, anti-inflamatório e desintoxicante, além de ótima fonte de energia. É capaz de aumentar a oxigenação e o fluxo de sangue nos músculos. Tem propriedades que melhoram a circulação nas veias e previnem varizes. Estudos afirmam que um copo de suco de beterraba é capaz de reduzir a pressão arterial em poucas horas.

3. LARANJA: o poder antioxidante da vitamina C protege de doenças cardiovasculares, além de propriedades capazes de reduzir o colesterol. As fibras presentes no bagaço ajudam a evitar o acúmulo de gordura nas artérias. Demais componentes favorecem o revestimento interno dos vasos e ajudam na circulação, ao equilibrar o excesso de sódio na dieta. 

4. ALECRIM: alivia dores musculares, melhora a imunidade e a microcirculação. Tem substâncias que reduzem a inflamação, assim, facilita a circulação nos pequenos vasos em torno dos músculos e órgãos.

Cuide da sua alimentação!

 

 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis.

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.


67279903_2293694803999048_292828456469659648_n.png
20/ago/2019

As endopróteses são um tipo de malha de metal, também chamadas stents, que são inseridas em artérias doentes com o objetivo de dar suporte à área com pouco suprimento sanguíneo, hipoperfundida. Elas possibilitam a restauração do fluxo sanguíneo e impedem que os vasos sejam obstruídos. 

👉 Durante o procedimento, considerado menos invasivo que a cirurgia, um cateter é inserido através de pequena incisão para a colocação das endopróteses. Em seguida, elas são guiadas até o local a ser reparado. 

É importante destacar que nem todos os pacientes são candidatos ideais a realizar o procedimento. Seu médico é quem vai fazer a avaliação e definir o melhor tratamento.

ONDE REALIZAR:

📍 Unidade Hemodinâmica | Av. Presidente Vargas, 2291 | ☎️: (55) 3222 9888

 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis.

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.

 


Cópia-de-GRATISÃO-1200x675.png
20/ago/2019

A Cardiopatia Congênita é qualquer anormalidade na estrutura ou função do coração que surge nas primeiras 8 semanas de gestação quando se forma o coração do bebê.


Acontece quando existe uma alteração no desenvolvimento embrionário da estrutura cardíaca. As cardiopatias congênitas mais comuns incluem alteração em alguma válvula cardíaca, que influencia no fluxo sanguíneo dificultando ou impedindo sua passagem, alterações nas paredes do coração levando a comunicações cardíacas que não deveriam existir e mistura do sangue oxigenado com o não oxigenado ou ainda a formação de um único ventrículo. Pode ainda haver a combinação de malformações.

Quais os sintomas?

Em bebês: os sintomas podem ser notados durante as mamadas, quando há o cansaço excessivo e transpiração, o mesmo pode acontecer durante o sono. 

  • Dificuldade no ganho de peso
  • irritação frequente
  • cianose, que é caracterizada pela ponta dos dedos e/ ou lábios arroxeados.

Em crianças maiores o cansaço pode ser notado durante as atividades físicas ou até mesmo na dificuldade de acompanhar o ritmo de outras crianças.

  • crescimento e ganho de peso de forma inadequada
  • infecções pulmonares repetidas
  • taquicardia ou ainda lábios roxos e pelo pálida quando brinca muito
  • episódios de desmaios precedido de tontura
  • visão turva
  • dores no peito
  • mal-estar

Quais os exames?

  • ultrassom morfológico
  • ecocardiograma fetal
  • teste do coraçãozinho

Outra forma de diagnóstico é por exame físico realizado pelo pediatra com ajuda de exames complementares como:

  • raio x de tórax
  • eletrocardiograma
  • ecocardiograma
  • cateterismo
  • holter de 24h
  • angiotomografia.

Principais Causas

As cardiopatias congênitas não têm causa definida, ocorrem pela interação de fatores genéticos e ambientais. No entanto, está comprovado que existem algumas situações que podem contribuir para o aumento do risco dessa condição.

  • Mães com mais de 35 anos
  • históricos de filhos anteriores cardiopatas
  • mães diabéticas
  • portadoras de lúpus e hipotireoidismo
  • mães que apresentaram toxoplasmose ou rubéola ou  fizeram uso de anticonvulsivos
  • antiinfamatórios
  • ácido retinóico
  • lítio durante a gravidez podem aumentar as chances de alterações na formação do coração do feto.
  • Gravidez de gêmeos, múltiplos ou fertilização in vitro também podem ter influência.

Tratamento e cuidados após o diagnóstico

  • O diagnóstico precoce pode salvar a vida da criança, principalmente em cardiopatias mais graves, quando o parto deve ser planejado e a criança precisa ser operada nos primeiros dias de vida.
  • As cardiopatias congênitas podem ser prevenidas em parte através da vacinação contra a rubéola e do consumo de ácido fólico.
  • Algumas cardiopatias não necessitam de tratamento.
  • Outras podem ser tratadas de forma eficaz com procedimentos com cateteres ou cirurgia cardiovascular.
  • Em alguns casos podem ser necessárias várias cirurgias.
  • Em outros, podem ser necessários transplantes de coração.
  • Com tratamento apropriado, o prognóstico é geralmente bom, mesmo dos problemas mais complexos.

 

Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia -SBC 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis.

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.

 


Cópia-de-Feliz-Dia-Das-Mãe-1-1200x628.png
20/ago/2019

Varizes são veias dilatadas que normalmente se manifestam na parte visível da pele. Uma causa comum são os coágulos de sangue ou bloqueio nas veias e tem como fatores de risco a gravidez, idade avançada e excesso de peso, além de acontecer predominantemente às pessoas do sexo feminino.

Exercícios e meia de compressão ajudam a evitar, porém em casos persistentes um médico deverá ser consultado, sendo os especialistas nessa área o angiologista e o cirurgião vascular. Baixo, entenda melhor sobre o assunto. 


Qual a melhor época para tratar varizes? Inverno ou verão?

No inverno. Na estação das temperaturas mais baixas as pernas ficam menos expostas aos raios do sol e, este período, é considerado pelos especialistas o melhor para a recuperação no tratamento das varizes. Além disso, torna mais agradável o uso das meias de compressão elásticas, que normalmente são grossas e quentes, mas essenciais na recuperação de alguns tratamentos, pois otimizam a circulação, evitam o aparecimento e a piora da dilatação dos vasos. 

O que são varizes?

Varizes são veias dilatadas de coloração púrputo-azulada, ocasionadas pelo enfraquecimento da parede venosa.  As varizes provocam cansaço e dores nas regiões afetadas, normal emente elas surgem nas pernas e nos pés. A causa mais comum é a influência genética ou maus hábitos.

Quais problemas as varizes podem causar?

Além da questão estética, elas podem causar sérios riscos para a saúde, e exigem tratamento adequado para cada caso. As varizes são classificadas em seis tipos, variando do C1 ao C6.

Quais são os tipos de tratamentos?

Entre os métodos mais indicados estão: cirurgia convencional, radiofrequência, laser, escleropatia e espuma.

  • A cirurgia convencional, é indicado para as veias de médio e grosso calibre. No caso na safena, veia de maior calibre, a indicação é cirurgia de forma direta ou por meio de técnicas de radiofrequência ou endolaser que efetuam o tratamento por meio de punções.
  • A radiofrequência, é indicada para as veias de médio calibre. Esta técnica, minimamente invasiva, elimina as varizes com o calor e utiliza um cateter para ocasionar o fechamento da veia doente.
  • O laser é indicado para diferentes estágios de varizes, pode ser usado para o fechamento dos pequenos vasinhos e em caso de comprometimento da veia safena. Este método é seguro, eficaz e rápido para solucionar o problema de varizes. O laser é aplicado sobre a pele e age da mesma maneira que a glicose e a espuma, mas através de energia luminosa. Para cada caso, existe diferentes técnicas e diferentes tipos de aparelhos de laser que devem ser utilizados.
  • A escleroterapia, é usada para tratar veias mais finas e arroxadas (vasinhos) em estágio inicial. Conhecida como secagem as aplicações dos medicamentos é por meio de agulhas e seringas, e deve-se evitar a exposição ao sol, para prevenir o aparecimento de manchas. Vale ressaltar que este método apresenta grandes chances de reaparecimento com o tempo.
  • espuma de polidocanol é um método que impede a passagem do sangue na veia que está doente. A substância se expande e gruda nas paredes internas do vaso, empurrando o sangue para fora. Sem sangue, a veia vai secar com o tempo. Depois de fazer esse procedimento, é necessário usar uma meia elástica por cerca de 15 dias, mas a paciente sai andando e nem precisa fazer repouso. Este método é realizado no consultório, sem cortes, internação nem anestesia.
Fonte: Dr. Alcides Vogel- Cirurgião Vascular e Anfibologista ICOR

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis. 

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.

 

1-1200x675.jpg
20/ago/2019

A endocardite é uma infecção no endocárdio – revestimento interno do coração. Ela é causada por micro-organismos que invadem a corrente sanguínea e se instalam em áreas danificadas do endocárdio, em válvulas cardíacas defeituosas ou com próteses instaladas e nas grandes artérias.

Ela geralmente ocorre quando uma bactéria ou germe de outra parte do corpo, se espalham pelo sistema sanguíneo se ligando a áreas afetadas do coração. Essa doença é rara e incomum em pessoas com coração saudável. Se não for tratada, a doença pode danificar ou destruir as válvulas do coração trazendo complicações para o resto da vida. Cuide da sua saúde e do seu coração! ❤️

Causas

As principais causas da endocardite são as bactérias, mas fungos ou outros micro-organismos também podem ocasionar nessa doença. Normalmente o agente infeccioso entra na corrente sanguínea através de:

👉 Atividades como escovar os dentes ou mastigar alimentos, especialmente se os dentes e gengivas não são saudáveis;
👉 Áreas com infecções, seja uma infecção de pele, intestino, ou até uma doença sexualmente transmissível;
👉 Cateteres ou agulhas;
👉 Procedimentos dentais, por exemplo, os que causam cortes nas gengivas.

O sistema imunológico, normalmente, destrói as bactérias que conseguem acessar a corrente sanguínea. E mesmo que elas alcancem o coração, não quer dizer que causarão, necessariamente, uma infecção. A endocardite pode se desenvolver vagarosamente ou de repente, dependendo de qual infecção está originando o problema e se a pessoa já tem algum problema cardíaco.

Os sintomas podem variar, mas a maioria inclui:

👉 febres e calafrios;

👉 sopro no coração;

👉  fadiga;

👉 dores nos músculos e articulações;

👉 sangue ou outras alterações na urina, dentre outros.

Por isso a importância em consultar um profissional e realizar todos os exames solicitados.

 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis.

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.


Cópia-de-Guia-de-Orientações-1200x675.png
20/ago/2019

O diabetes é um dos principais fatores de risco para doenças cardiovasculares. A doença está relacionada ao infarto, ao acidente vascular cerebral (AVC), ao entupimento de artérias e à formação de aneurisma.


O diabetes é classificado em dois tipos: 1 e 2. Aparece quando o pâncreas perde a capacidade de produzir insulina, hormônio responsável por facilitar a entrada de glicose nas células. Sem ela, o açúcar não chega ao destino correto e permanece na corrente sanguínea. A tendência é de que a doença seja descoberta ainda na infância ou adolescência. Normalmente, é provocada por um problema no sistema imunológico e só pode ser controlada a partir da administração de injeções diárias do hormônio em falta.

👉 Em casos de diabetes tipo II o risco é maior, pois a glicose em circulação no organismo é pouco utilizada, o que agrava as chances de problemas cardíacos. Além disso, o diabetes tipo II potencializa outros fatores que também podem ser ruins para o coração, como o nível elevado de colesterol e a pressão alta.

As consequências da doença também podem ser percebidas em gestantes, pois os bebês podem desenvolver predisposição para a obesidade. Órgãos como os olhos e os rins também podem ser prejudicados, assim como os dentes e os pés, que às vezes precisam ser amputados em decorrência de alguma complicação ocasionada pelo diabetes.

👉 Cuidados na alimentação e a prática regular de atividade física são boas formas de evitar que a doença prejudique o corpo.

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis.

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.


Guia-de-Orientações-1-1200x675.png
20/ago/2019

A hipertensão arterial sistêmica (HAS) ou pressão alta é uma condição clínica multifatorial caracterizada por níveis elevados e sustentados da pressão arterial (PA).


Hipertensão  é uma doença democrática que acomete crianças, adultos e idosos, homens e mulheres de todas as classes sociais e condições financeiras.  Está relacionada com a força que o sangue faz contra as paredes das artérias para conseguir circular por todo o corpo. O estreitamento das artérias aumenta a necessidade de o coração bombear com mais força para impulsionar o sangue e recebê-lo de volta. Como consequência, a hipertensão dilata o coração e danifica as artérias.

SINTOMAS

Hipertensão arterial é uma doença traiçoeira, só provoca sintomas em fases muito avançadas ou quando a pressão arterial aumenta de forma abrupta e exagerada. Algumas pessoas, porém, podem apresentar sintomas, como dores de cabeça, no peito e tonturas, entre outros, que representam um sinal de alerta.

RECOMENDAÇÕES

A principal recomendação dos médicos, para todos os hipertensos, é mudar o estilo de vida. Adotar uma dieta adequada associada a uma rotina de exercícios, opera verdadeiros milagres. Claro que existem os casos em que paciente precisa tomar remédios, às vezes pelo resto da vida. É importante lembrar que o tratamento leva em conta vários fatores de risco, como tabagismo, níveis de colesterol e história familiar do paciente.

O dia 26 de abril foi escolhido para reforçar a importância dos cuidados básicos para prevenção dessa doença. Alguns fatores que podem levar a hipertensão são:

👉 Obesidade;

👉 Má alimentação (muito consumo de sal);

👉 Sedentarismo;

👉 Tabagismo;

👉 E em alguns casos, o fator hereditário.

Cuide da sua saúde!

 

Fonte: Minha Vida


Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis.

Além disso, contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Os textos publicados em nosso Blog têm caráter informativo e suas informações não substituem a consulta com especialistas. Para mais informações sobre o tema, entre em contato com um médico e tire suas dúvidas.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.


chuuuuu32-1200x800.jpg
20/ago/2019

1. TENHA HÁBITOS ALIMENTARES SAUDÁVEIS 

Reduza o consumo de gorduras, frituras e industrializados. Dê preferência às frutas, alimentos integrais, verduras e laticínios desnatado.

Sementes de linhaças, nozes e salmão são alimentos ricos em ômega 3, contêm ácidos graxos que ajudam a preservar a saúde do coração e reduz o risco de morte por infarto.

 

 


2. PRATIQUE EXERCÍCIOS FÍSICOS 

 

Se não houver restrições médicas, caminhe, corra, nade, ande de bicicleta, entre outras.

A prática de atividades físicas com frequência ajuda o coração a bombear sangue com mais eficiência pelo corpo deixando as artérias e vasos mais flexíveis e saudáveis.

 

 


3. CUIDE SEU PESO 


A obesidade aumenta o risco de morte por doenças relacionadas ao coração. Isso porque ela causa uma série de alterações no metabolismo e favorece doenças como hipertensão, colesterol alto e diabetes.

 

 

 


4. CUIDE DO COLESTEROL


O colesterol é um dos principais fatores de riscos para o coração, pois pode causar acúmulo de gordura nas artérias dificultando a passagem do sangue pelo corpo.

 

 

 


5. CHEQUE SEMPRE A PRESSÃO ARTERIAL 

 

Verificar a pressão é a maneira mais fácil de detectar a hipertensão. É importante que pessoas de todas as idades verifiquem os níveis, pelo menos, uma vez ao ano.

 

 

 

 

 


6. CUIDE DA SAÚDE BUCAL 


Pesquisas mostram que bactérias provenientes da má higiene bucal podem entrar na corrente sanguínea e chegar até o coração. Elas proliferam-se e podem ocasionar diversas doenças cardíacas até a endocardite bacteriana.

 

 

 

 


7. DIMINUA O SAL 


O uso excessivo de sódio é um fator de risco para o aumento da pressão arterial e consequentemente, para problemas do coração. No lugar do sal invista em temperos para dar mais sabor ao seu prato.

Tenha o hábito de verificar a quantidade de sal nos rótulos dos alimentos.

 

 

 


8. BEBA BASTANTE ÁGUA 


Manter o corpo sempre hidratado ajuda o coração a bombear o sangue com mais facilidade.

 

 

 

 


9. DIMINUA O ESTRESSE 


O estresse é um sentimento normal, porém seu excesso é que se torna um fator de risco para o desencadeamento de doenças cardiovasculares.

A preocupação, o desconforto, sensações de medo, irritação, frustração e nervoso são alguns sintomas característicos do estresse.

 

 

 

 


 

10. PARE DE FUMAR 

Fumar danifica as artérias, eleva a pressão arterial, o que também agride os vasos sanguíneos. Pessoas fumantes têm grandes chances de sofrer um infarto agudo do miocárdio, ter câncer, envelhecimento precoce e vários outros prejuízos.

 

 

 

 


11. EVITE O CONSUMO DE BEBIDAS ALCOÓLICAS 


O uso constante, descontrolado e progressivo de bebidas alcoólicas pode comprometer seriamente o bom funcionamento do organismo, levando à hipertensão arterial, dilatação do coração e arritmias cardíacas.

 

 

 


 

FATORES DE RISCO REVERSÍVEIS:

  • Sedentarismo
  • Obesidade
  • Hipertensão Arterial
  • Estresse
  • Álcool
  • Tabagismo
  • Colesterol elevado
  • Triglicerídeos aumentados
  • Diabetes

 

EXISTEM FATORES DE RISCO IRREVERSÍVEIS:

  • Idade
  • Sexo
  • Hereditariedade

 


Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam  exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis. Além disso,  contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.


26-DE.jpg
20/ago/2019

O uso de drogas é um mal social em todo o mundo — cerca de 5% da população mundial entre 15 e 64 anos, usam drogas ilícitas.

Infelizmente os dados não mentem:

 o Brasil é o maior consumidor de crack do mundo e o segundo maior mercado mundial de cocaína e seus derivados.

O consumo de drogas ainda está associado a outros fatores agravantes: acidentes de trânsito e de trabalho, violência domiciliar e crescimento da criminalidade. Ou seja, é um desafio que ultrapassa as barreiras da saúde.

Depende de todos nós, como sociedade, alertarmos dos riscos do uso indevido das drogas e buscar soluções para evitar o aumento nas estatísticas.

 


 

Aqui no Icor, você encontra a melhor assistência e qualidade no atendimento. Nossas unidades realizam  exames cardiológicos, vasculares, de cateterismo cardíaco e vascular com diagnósticos seguros e confiáveis. Além disso,  contamos com uma equipe médica altamente qualificada. São profissionais com grande experiência nas suas áreas de atuação e um quadro de funcionários que fornecem todo o suporte que o paciente merece e busca na hora de realizar seus exames.

Acesse nosso site e confira a lista completa de exames e os nossos profissionais.


MARCA HORIZONTAL_ICOR.png 1

O Instituto do Coração de Santa Maria (ICOR) é referência na área da saúde. Há mais de 20 anos cuida do coração da cidade e região oferecendo um atendimento ético, humanizado e de qualidade.

Últimas do Blog

2018 ICOR. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Rede de Empreendedores.